Direito Desportivo

Conheça os 8 principais desafios do jogador de futebol

março 26, 2020
como ser jogador de futebol
Compartilhe este conteúdo

O sonho de ser jogador de futebol de sucesso está na ambição de muitos meninos. Tudo se inicia com embaixadinhas e driblagens dos adversários nas peladas de futebol com os amigos, mas nada muito profissional. Com o tempo, muitos desenvolvem o sonho de profissionalizar a paixão, mas não sabem ao certo como ser jogador de futebol.

Entretanto, esse sonho se tornar realidade é para poucos. Apenas aqueles que se dedicam ao máximo, têm disciplina, empenho e talento conseguem chegar à elite dos jogadores profissionais.

O importante é não desanimar e saber dos esforços necessários para realizar o sonho de trabalhar com o que se ama.

Pensando nisso, queremos que você conheça os oito principais desafios do jogador de futebol. Quer saber mais sobre o assunto e viver sobre os gramados? Continue a leitura e veja quais obstáculos você precisa encarar!

1. Desenvolver o talento por meio dos treinos

Dedique-se a desenvolver suas embaixadinhas, chutes, driblagens, chapéus, corrida e demais técnicas do jogo de futebol, pois será isso que o fará chegar ao sonho de ser um atleta reconhecido. Para provar o tanto que é importante o treino, vamos relatar um pedaço da história do grande jogador brasileiro Pelé, que soube, como poucos, como ser jogador de futebol.

O treino sempre fez parte do cotidiano do craque porque, além de jogar com os amigos por diversão todos os dias, praticava no quintal de sua casa. Mesmo após o clube requisitá-lo, não diminuiu o ritmo dos treinos. Pelo contrário, aumentou todos os dias, com o time, e de madrugada sozinho. Tudo isso para realizar o seu sonho!

Então, pratique o seu talento! Inspire-se nessa história e não desista de praticar. 

Leia mais:  O que diz o CBJD sobre racismo no futebol? Saiba aqui!

2. Encarar tempos de instabilidade

Nas primeiras etapas, tudo será um teste! Esse é o principal dos desafios de um jogador de futebol, pois o jogador amador será visto em atuação por um olheiro e requisitado pelo clube para uma fase de experiência.

Nesse período, o foco dos treinadores é conhecer o desempenho do desportista em campo, saber se ele tem facilidade em dominar a bola, driblar os adversários, dar espaço para os demais colegas, fazer bons chutes e jogadas, e o principal: trabalhar em equipe.

Lembre-se de que, mesmo com um bom desempenho, não há garantia de ser contratado, pois a cada semana chegam novos candidatos.

3. Iniciar a carreira com baixo orçamento

Tenha em mente que, no início, tudo será mais difícil. Os jovens chamados por um clube apenas receberão uma ajuda de custo. A partir dos 16 anos, eles poderão assinar um contrato profissional e receber um pequeno valor para ajudar a se manter.

Para jogadores adultos profissionais, essa carreira não significa que serão enviados para outro país e receberão salários exorbitantes. A maioria desses esportistas atua em times menores da região e recebe boa remuneração.

Powered by Rock Convert
Powered by Rock Convert
Powered by Rock Convert

Então, a dica é não se dedicar à carreira de futebol pela fama, mas se motivar pelo amor à prática esportiva.

4. Reduzir o tempo presente com a família e os amigos

Quando determinamos um sonho na vida, devemos assumir riscos e enfrentar desafios para o ganho de experiência. Para essa carreira, abdicar de coisas boas se inicia na juventude. É um dos maiores desafios dos jogadores de futebol — ficar longe da família. Por outro lado, fortalece a confiança depositada no jogador e a perseverança do atleta de realizar o sonho para ajudar seus entes queridos.

Leia mais:  Como pedir patrocínio esportivo? Confira como você pode fazer!

Em diversos momentos, será necessário deixar de lado as reuniões com os amigos, os churrascos e as próprias peladas com quem esteve com você no início da carreira. O importante, aqui, é não entender como descaso: é simplesmente você se dedicando à carreira que sempre sonhou.

5. Definir uma posição em campo

Nós sabemos que jogadores amadores, muitas vezes, gostam de jogar em mais de uma posição. Isso é normal quando o foco é a diversão entre os amigos. Para saber como ser jogador de futebol, no entanto, é preciso definir uma posição para você se dedicar.

Insistir em uma posição que não seja a que você mais se alinha pode ser muito desestimulante. Além do desânimo, isso pode acarretar problemas de desempenho e atrasar sua carreira. Por isso, o ideal é, desde o início, saber sua posição em campo e lutar por ela.

6. Fazer cursos extras

Um jogador de futebol precisa se preparar fisicamente e saber jogar, mas é preciso ir além. Um profissional completo deve investir em diversas áreas do conhecimento e ir em busca de um curso de idiomas, oratória e liderança, por exemplo.

Pode também ser indicado investir em aulas que estimulem a responsabilidade e a inteligência emocional, competências muito valorizadas hoje em dia e que podem ajudar você a lidar bem com uma carreira tão singular.

7. Levar os treinos a sério

Por mais que você ame jogar futebol e se sinta entre seus melhores amigos durante os treinos, é fundamental levar esses momentos a sério. É nessa hora que você vai ouvir os melhores conselhos, diagnosticar falhas e treinar formas de melhorar sua performance.

Leia mais:  Aviso prévio: entenda a cláusula indenizatória desportiva!

Procure se dedicar ao máximo e ouvir os colegas, que podem ter uma visão de fora diferente da sua. Mas essa dedicação não é restrita ao momento do treino: procure dormir bem e fique longe de bebidas alcoólicas, cigarros e outros tipos de entorpecentes.

8. Manter a boa alimentação

Um atleta profissional não tem como escapar: é essencial manter uma alimentação equilibrada. Comer os alimentos certos e nas quantidades indicadas impacta diretamente no desempenho de um jogador de futebol.

Por isso, é preciso que um jogador evite açúcares, bebidas com gás, álcool e frituras. O ideal é ter o acompanhamento de um nutricionista para que seu preparo esteja completo. É importante lembrar que, às vezes, na juventude, o corpo não “cobra” os excessos, mas pode causar problemas para a sua carreira no futuro.

Portanto, a vitória em cima dos desafios do jogador de futebol é superada quando ele vê um estádio lotado gritando seu nome. Nesse momento, todos os maiores males passaram, a realização daquele primeiro sonho se concretizou e será possível ir em busca do próximo sonho.

Esses são os oito principais desafios do jogador de futebol, para ajudar você a ter paciência com o seu sonho de ser um atleta. Se você quer saber mais sobre como ser jogador de futebol e contar com serviços de direito desportivo de qualidade e de uma forma que lhe deixe seguro, entre em contato com a Maria Pessoa Advocacia e veja o que os nossos profissionais podem fazer por sua carreira.

Contato EspecialistaPowered by Rock Convert
Você sabe com quantos anos o menor pode assinar um contrato como jogador de futebol? Você sabe quais os direitos trabalhistas que o jogador de futebol possui? Nós, da Advocacia Maria Pessoa estamos à disposição para te auxiliar! Somos um escritório de Advocacia com assessoria jurídica desportiva especializada que conta com profissionais capacitados para as mais diversas demandas. Atuamos na área do Direito Desportivo, Direito Trabalhista, Direito Cível, Direito de Família e Direito Previdenciário. Podemos te auxiliar? Entre em contato conosco e agende sua visita em nosso escritório: (11) 2403-3180, (11) 97053-3654 (Whatsapp), e-mail: maria.pessoa.lima@terra.com.br . Ficaremos honrados em atendê-lo!

You Might Also Like

1 Comment

  • Avatar
    Responder Reuben novembro 25, 2019 at 10:25 am

    Na verdade, é uma informação agradável e útil. Eu estou feliz
    que você compartilhou essas informações úteis conosco.
    Mantenha-nos atualizados assim. Obrigado por
    partilhar

  • Leave a Reply