Sem categoria

Contrato de jogador de futebol profissional: como funciona um?

agosto 20, 2020
Compartilhe este conteúdo

Um contrato de jogador de futebol profissional contém uma infinidade de informações e cláusulas especiais. Mas quais são elas exatamente? 

Todo contrato de jogador de futebol respeita um modelo imposto pela Liga Profissional de Futebol.  

Ele contém o estado civil do jogador, sua história esportiva, seu clube anterior em que jogou, seu salário e o valor da transferência (que deve ser mantido em sigilo), a duração e a data de vigência do contrato, a data e o local.  

E, claro, a assinatura e se um agente agiu em nome do jogador ou do clube. As partes então assinam o contrato de jogador de futebol contendo todos os seus acordos contratuais. 

Com que idade o jogador pode assinar um contrato Pro? 

Entre as idades de 14 e 18 anos, os jogadores assinam contratos de aspirante. Entre 18 e 20 anos, eles se tornam Trainees Pros.  

A partir dos 20 anos, eles podem assinar o primeiro contrato Pro por um período fixo de três anos. 

Os clubes com CT (centro de treinamento) podem assinar um contrato Pro para jogadores com menos de 20 anos.

Isso ajuda, inclusive, a incentivar os clubes a ter o próprio centro de treinamento para futebol. 

Um jogador pode rescindir o contrato e ter o seu salário diminuído?

As cláusulas incluem, por exemplo, bônus individuais, gratificações coletivas, constam do regimento interno. As leis que regem o futebol profissional também preveem que os clubes tenham a opção de reduzir o salário do jogador em caso de rebaixamento.  

Além disso, nenhuma cláusula de rescisão antecipada de contrato é aceita. Portanto, um jogador não pode renunciar ao contrato, e um clube só pode despedir um jogador em caso de falta grave. 

Leia mais:  Quais são os principais tipos de lesões em atletas?

Direitos de imagem: como funciona? 

Jogadores conhecidos, especialmente internacionais, às vezes assinam contratos de publicidade individuais em seu contrato de jogador de futebol. 

Algumas marcas da indústria automotiva, videogames, cosméticos ou esportes usam suas imagens para tentar impulsionar suas vendas.  

Em troca, o jogador recebe uma remuneração, não em sua conta corrente pessoal, mas por meio de uma empresa criada para esse fim.  

Ele pode ser o gerente ou, pelo contrário, deixar essa função para outra pessoa de confiança. Essas empresas não estão necessariamente domiciliadas em paraísos fiscais, como parece ser o caso de Cristiano Ronaldo.  

E, claro, a receita desses direitos de imagem individuais deve ser declarada à Receita Federal. O jogador que não declarar no Brasil pode ser indiciado por sonegação de impostos.  

Como conseguir um contrato de jogador de futebol? 

Saiba que o sistema de detecção de bons jogadores no Brasil é um dos melhores do mundo.  

Mesmo aos 15 anos, um jogador pode fechar um contrato.

Mas sempre há exceções quando se tem mais de 15 anos. Alguns jogadores brasileiros da primeira divisão fecham contratos sem passar por testes.

A detecção geralmente é feita a partir dos 12 aos 13 anos, às vezes antes.  

Aos 13 ou 14 anos é feita uma observação de uma primeira triagem seletiva, pois parte dela integra escolas de estudos do esporte ou centros de pré-treinamento.  

Quando você tem talento e joga bem no seu clube, tem boas chances de ser chamado, mais cedo ou mais tarde, e descoberto pelo recrutador de um clube profissional que o oferecerá uma chance para fazer parte de seu time.  

Leia mais:  Escolhendo um escritório de advocacia para direito do consumidor

No entanto, você sempre pode tentar a sorte para ingressar em um centro quando não tiver um clube. 

Como entrar em um clube profissional?

É necessário que o jogador possa convencer pela sua facilidade no molejo da bola pela sua postura defensiva, pela sua antecipação e sobretudo por mostrar que sabe atacar.  

No entanto, o talento por si só não é suficiente para se destacar e se tornar um jogador de futebol profissional.  

Não se deve abrir mão de nada, é necessário fazer alguns sacrifícios, saber se questionar se for preciso, levantar-se a cada queda e, acima de tudo, saber se adaptar e se integrar. 

Depois de tudo isso, você pode ter certeza de que as probabilidades estarão a seu favor. 

Gostou de saber um pouco mais sobre como funciona um contrato de jogador de futebol profissional? 

Então, deixe o seu comentário abaixo, e aproveite para compartilhar esse post em suas redes sociais! Não deixe de conferir também nossos outros artigos para entender tudo o que é necessário sobre a profissionalização no futebol e os direitos dos jogadores. 

Você sabe com quantos anos o menor pode assinar um contrato como jogador de futebol? Você sabe quais os direitos trabalhistas que o jogador de futebol possui? Nós, da Advocacia Maria Pessoa estamos à disposição para te auxiliar! Somos um escritório de Advocacia com assessoria jurídica desportiva especializada que conta com profissionais capacitados para as mais diversas demandas. Atuamos na área do Direito Desportivo, Direito Trabalhista, Direito Cível, Direito de Família e Direito Previdenciário. Podemos te auxiliar? Entre em contato conosco e agende sua visita em nosso escritório: (11) 2403-3180, (11) 97053-3654 (Whatsapp), e-mail: maria.pessoa.lima@terra.com.br . Ficaremos honrados em atendê-lo!

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply