Orientações Gerais

Jogar futebol no Japão: o que é necessário?

dezembro 29, 2020
jogar futebol no Japão
Compartilhe este conteúdo

Jogar futebol no Japão é uma realidade que vem desde cerca de três décadas para cá. Neste período, o esporte se profissionalizou por lá, abrindo possibilidades para atletas do mundo inteiro.

Neste cenário, o país que talvez mais se aproveite desta abertura seja o Brasil. De fato, os japoneses adoram os jogadores brasileiros, e os jogadores brasileiros também costumam se adaptar facilmente à cultura local. Continue lendo para entender!

Conheça o futebol japonês

Antes de jogar futebol no Japão, é interessante que você conheça como funciona o esporte por lá e a cultura local.

Durante a Copa do Mundo de 2014 no Brasil, por exemplo, muitos se encantaram com a limpeza dos estádios que os japoneses faziam pós-jogo – algo cultural. Somente isto já demonstra como há diferenças grandes entre o futebol brasileiro e o japonês.

De fato, nosso país tem muito mais história. Ainda assim, a população japonesa tem se interessado cada vez mais pelo desenvolvimento do esporte.

Isto é visto, por exemplo, com a ida de Zico, um dos primeiros brasileiros a jogar futebol no Japão. Ele foi um dos grandes responsáveis pela estruturação do esporte no país, que foi se profissionalizando cada vez mais.

Assim, pense que somente em 1987 a Liga de Futebol do Japão (algo como a CBF deles da época) passou a determinar a possibilidade registro profissional dos atletas. Antes, então, a realidade era a de um futebol amador.

De lá para cá, muito se desenvolveu. A própria Liga de Futebol do Japão se tornou Associação Japonesa de Futebol e, em 1991, surgiu o campeonato nacional como conhecemos hoje. Atualmente, ela é conhecida como J League, com 3 divisões.

Leia mais:  Entenda o que é e qual a importância da psicologia esportiva

A “importação” de jogadores no Japão

jogar futebol no Japão

Então, foi neste momento de profissionalização que os atletas estrangeiros, como Zico, já citado, Gary Lineker, Dragan Stojkovic e outros foram jogar no país. Foi quando o futebol local começou a se profissionalizar e atrair interesse do público.

Perceba, portanto, que a J League já começou valorizando o atleta estrangeiro, algo que persiste até hoje. Dessa maneira, jogar futebol no Japão é, há décadas, uma possibilidade bastante plausível para jogadores estrangeiros, inclusive para brasileiros.

Saiba, por exemplo, que somente na primeira divisão da J League já eram 48 brasileiros atuando no começo de 2020. Isto sem contar as divisões inferiores, onde nossos compatriotas também estão presentes.

Não somente craques como Zico, Bebeto e Dunga passaram por lá. Há, também, os menos conhecidos que conseguem ter sucesso ao se transferir para um local que recebe muito bem os atletas estrangeiros.

Documentos para jogar futebol no Japão

Como já falei, a J League é a liga de futebol japonesa. Assim, se você deseja jogar futebol no Japão, precisa entender como ela funciona e quais são os documentos necessários.

Em primeiro lugar, é importante saber quantos atletas estrangeiros a liga permite. E, neste caso, temos uma boa notícia, visto que este número foi recentemente alargado. Hoje, são permitidos os seguintes números de atletas vindos do exterior:

  • Primeira divisão (J League 1): subiu de 3 para 5 o número de jogadores estrangeiros.
  • Segunda divisão (J League 2): a partir de 2022, aumentará de 3 para 4.
  • Terceira divisão (J League 3): assim como a J League 2, terá um aumento de 3 para 4 jogadores estrangeiros a partir de 2022.

Há de se salientar, ainda, que existe outra vantagem. Isto porque jogadores de outras federações asiáticas (Vietnã, Tailândia, entre outros) não são considerados estrangeiros na J League. Então, abre mais espaço para brasileiros.

Leia mais:  Jogar futebol na Coreia do Sul: saiba o que é preciso

Obtenha o auxílio jurídico que você precisa

jogar futebol no Japão

Sem dúvidas, jogar futebol no Japão é uma ótima oportunidade para quem a tem. No entanto, existem dificuldades naturais do processo – seja a viagem de testes ou a própria confecção do contrato.

Então, por essas razões, o ideal é que você sempre tenha um profissional especializado em direito esportivo ao seu lado. Aqui na Advocacia Maria Pessoa, estamos prontos para ajudá-lo com isso, entre em contato!

E o que você achou sobre as oportunidades de jogar futebol no Japão? Deixe seu comentário e compartilhe com seus amigos!

Você sabe com quantos anos o menor pode assinar um contrato como jogador de futebol? Você sabe quais os direitos trabalhistas que o jogador de futebol possui? Nós, da Advocacia Maria Pessoa estamos à disposição para te auxiliar! Somos um escritório de Advocacia com assessoria jurídica desportiva especializada que conta com profissionais capacitados para as mais diversas demandas. Atuamos na área do Direito Desportivo, Direito Trabalhista, Direito Cível, Direito de Família e Direito Previdenciário. Podemos te auxiliar? Entre em contato conosco e agende sua visita em nosso escritório: (11) 2403-3180, (11) 97053-3654 (Whatsapp), e-mail: maria.pessoa.lima@terra.com.br . Ficaremos honrados em atendê-lo!

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply