Sem categoria

Quais são os principais tipos de lesões em atletas?

fevereiro 3, 2020
lesões em atletas
Compartilhe este conteúdo

Já é de conhecimento geral que a prática esportiva gera muitos benefícios à saúde dos praticantes. Quanto mais frequente é a prática, maior é o condicionamento físico. Contudo, a execução de alguns exercícios pode ocasionar lesões em atletas. Quando isso ocorre, a medicina do esporte atua para conseguir um diagnóstico o mais breve possível e, assim, iniciar corretamente o tratamento.

Para visualizar com precisão ossos e músculos, os exames de radiologia são os mais utilizados. Eles podem analisar qualquer região do corpo, como coluna, quadril, joelho, tornozelo, pé, entre outros, permitindo um diagnóstico preliminar mais preciso.

Para saber mais sobre este assunto e conhecer alguns danos sofridos por desportistas, siga a leitura!

Quais são as lesões mais comuns?

Algumas situações são bastante comuns tanto em atletas profissionais quanto amadores. Veja, a seguir, as lesões mais frequentes entre praticantes de atividades físicas!

Fraturas

As fraturas ocorrem frequentemente pelo contato durante os jogos e mesmo durante os treinos. Os traumas mais comuns acontecem pela aplicação de força maior do que os ossos podem suportar. Também podem ocorrer em decorrência de quedas ou pancadas.

Contusões

São escoriações geralmente causadas por pancadas, que podem variar de grau leve a grave, a depender do impacto sofrido. São muito comuns no futebol, por ser um esporte que exige muito contato físico entre os jogadores.

Luxação

Ocorre quando há uma separação das partes ósseas ou a perda completa da superfície de contato entre os ossos da articulação. Os jogadores de vôlei, por exemplo, sofrem bastante com luxações nos ombros. 

Tendinite

É causada por um pequeno trauma no tendão, geralmente por esforço físico repetitivo. É o que ocorre com corredores que sofrem frequentemente de tendinite patelar ou no joelho.

Leia mais:  Rescisão contratual: o salário atrasou? Saiba como a lei protege o jogador de futebol

Distensão muscular

Também conhecida como “estiramento muscular”, a distensão ocorre com a ruptura das fibras musculares ou do tecido fibroso que existe no músculo. Costuma ser causada por esforço exagerado ou estresse muscular, sendo muito comum entre atletas de corrida e jogadores de futebol.

Ruptura do tendão ou ligamento

A ruptura do tendão ou ligamento costuma ser causada pela falta de fortalecimento muscular ou por alongamento ineficiente. É muito comum no joelho, e demanda um longo tempo de tratamento até a recuperação total da área lesionada.

Entorse

Essa lesão, que acontece frequentemente no joelho e no tornozelo, é o deslocamento articular causado quando uma articulação excede sua amplitude normal durante um movimento.

Como tratar as lesões em atletas?

A depender do grau da lesão, o tratamento pode incluir repouso, medicação, compressas quentes ou frias e sessões de fisioterapia. Em casos mais sérios, como fraturas ou ruptura de ligamentos, pode ser necessário imobilizar a parte afetada por um período ou mesmo realizar uma cirurgia.

Qual é a importância do seguro de acidentes?

Atletas profissionais estão propícios a lesões e acidentes que podem afastá-los de suas atividades temporariamente. Em casos mais graves, podem até causar o encerramento precoce da carreira. Assim, caso o atleta precise ficar afastado por algumas semanas ou alguns meses, um seguro contra acidentes garante uma indenização para custear seus gastos pessoais e de saúde até a sua plena recuperação.

Nesse sentido, para minimizar os prejuízos causados pelos acidentes no esporte, a Lei Pelé estabeleceu que a entidade de prática desportiva deve contratar um seguro de acidentes para os atletas profissionais que mantenham vínculo com ela. Esse seguro deve cobrir acidentes pessoais ocorridos durante treinos e provas, dentro e fora do território nacional.

Leia mais:  Jogar futebol nos Estados Unidos: por onde começar?

Praticar exercícios físicos é muito importante na conquista de uma vida saudável e na melhora da condição física. Contudo, uma alta carga de treinos e a exigência das provas podem comprometer o rendimento e causar lesões em atletas. Por isso, sempre que sentir alguma dor persistente, suspenda a prática de exercícios físicos, evite a automedicação e procure um médico. Um diagnóstico precoce e o tratamento correto são muito importantes para que os resultados sejam mais eficazes.

Gostou das dicas? Compartilhe este conteúdo em suas redes sociais e ajude mais pessoas a conhecerem as principais lesões na prática de esportes!

Você sabe com quantos anos o menor pode assinar um contrato como jogador de futebol? Você sabe quais os direitos trabalhistas que o jogador de futebol possui? Nós, da Advocacia Maria Pessoa estamos à disposição para te auxiliar! Somos um escritório de Advocacia com assessoria jurídica desportiva especializada que conta com profissionais capacitados para as mais diversas demandas. Atuamos na área do Direito Desportivo, Direito Trabalhista, Direito Cível, Direito de Família e Direito Previdenciário. Podemos te auxiliar? Entre em contato conosco e agende sua visita em nosso escritório: (11) 2403-3180, (11) 97053-3654 (Whatsapp), e-mail: maria.pessoa.lima@terra.com.br . Ficaremos honrados em atendê-lo!

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply