Noticias

Paratletas e Paralimpíadas: como funciona?

janeiro 26, 2021
Paralimpíadas
Compartilhe este conteúdo

As Paralimpíadas são os jogos em que os atletas com deficiência têm sua oportunidade de atuar e buscar conquistas. Elas surgiram em 1960 e começaram a ser realizadas com certa regularidade desde então.

Neste caso, é claro, quem atua nas Paralimpíadas são os atletas paralímpicos (ou paratletas). Então, há uma série de classes esportivas e modalidades, cada uma com suas características. Continue lendo para entender melhor!

Quem são os paratletas?

Paralimpíadas

Em primeiro lugar, portanto, quem são os paratletas? Como podemos definir alguém que atua num esporte paralímpico?

Pois bem, na verdade a definição é bem ampla, e pode-se entender como paratleta todo praticante de atividade esportiva que possui alguma deficiência, que pode ser intelectual, física ou visual.

Inclusive, o próprio nome “paratleta” tem origem nos Jogos Paralímpicos, ou Paralimpíadas, sobre as quais falarei mais adiante. Esta é, portanto, a principal referência entre todas as modalidades.

É importante, ainda, entender como é realizado o sistema de classificação funcional que permite ou não que os atletas participem das modalidades. Existe, então, uma espécie de limite mínimo de deficiência em cada uma.

Ou seja, em outras palavras, este limite define quais deficiências estão aptas para quais modalidades, e em que nível. De acordo com o Comitê Paralímpico Internacional, esta classificação serve tanto para definir a elegibilidade do paratleta quanto para permitir um agrupamento mais igualitário deles, sem gerar desigualdades que possam prejudicar a competitividade.

Por certo, não é qualquer pessoa que está habilitada a realizar esta classificação funcional. Neste caso, somente um profissional qualificado (como médicos especialistas) podem fazê-la, garantindo que o sistema seja de qualidade.

Leia mais:  Competições de futebol feminino: quais são as principais no Brasil?

Com relação ao início da prática destes esportes, muitos começaram no imediato pós-Segunda Guerra Mundial, com soldados que voltaram mutilados. Assim, nos Estados Unidos, por exemplo, surgiram as primeiras competições de natação, atletismo e basquete em cadeira de rodas.

As modalidades dos esportes paralímpicos

Agora que você já sabe como definir um paratleta, é hora de entender melhor quais são as modalidades paralímpicas. Assim, poderá compreender melhor, na próxima seção, sobre a organização das Paralimpíadas.

Inicialmente, é necessário compreender que existem diferentes perfis que se adequam de modo distinto às modalidades. Por exemplo, há pessoas amputadas, deficientes visuais, deficientes intelectuais, paralisados cerebrais, lesados medulares e ainda outras deficiências.

Cada uma delas tende a direcionar para um grupo específico de modalidades. Neste sentido, é interessante entender o conceito de classe esportiva. Cada classe pode ter diferentes grupos de deficientes, mas estas deficiências devem afetar o desempenho de modo similar.

Nos esportes coletivos, há inclusive uma pontuação que é dada a cada paratleta e se refere à limitação do atleta. Então, cada equipe precisa respeitar um limite máximo de pontos, de modo a respeitar a competitividade.

Já, nos esportes individuais, para que ocorra uma minimização do impacto, os atletas competem com os da sua mesma classe. Ainda assim, coeficientes podem ser criados para o caso de necessidade de se juntar classes, o que pode ocorrer quando há um número baixo de competidores numa só.

Por fim, saiba que, dentro disso tudo, o Comitê Paralímpico Brasileiro entende que há 24 modalidades. Elas variam entre esportes como futebol de 5 ou de 7, atletismo, levantamento de peso, hipismo, judô, remo, entre outros.

Leia mais:  Justiça condena Cruzeiro a pagar R$ 3,2 milhões a Rafael Sobis, em ação trabalhista do atacante

Como são organizadas as Paralimpíadas

Paralimpíadas

Com relação às Paralimpíadas, elas foram criadas em 1960, tendo a primeira sido realizada em Roma. Desde então, elas são feitas sempre logo após os Jogos Olímpicos, na mesma sede e nas mesmas instalações (com exceção de 1968 e 1972).

Inclusive, há uma importante ressalva que deve ser feita aqui. Isto porque os atletas com deficiência auditiva constituem um evento à parte, que é chamada de Surdolimpíadas.

Nestes jogos, a lógica seguida é a mesma que já citei anteriormente. Então, os atletas são divididos pelas classes esportivas, como já dito antes.

Em função da pandemia de Covid-19, os Jogos Paralímpicos serão realizados em 2021, após as Olimpíadas, em Tóquio. Neles, estima-se um total de 4,4 mil atletas participantes.

E você, o que espera das próximas Paralimpíadas? Quer conhecer mais sobre o tema? Deixe nos comentários e siga mais posts em nosso blog!

Você sabe com quantos anos o menor pode assinar um contrato como jogador de futebol? Você sabe quais os direitos trabalhistas que o jogador de futebol possui? Nós, da Advocacia Maria Pessoa estamos à disposição para te auxiliar! Somos um escritório de Advocacia com assessoria jurídica desportiva especializada que conta com profissionais capacitados para as mais diversas demandas. Atuamos na área do Direito Desportivo, Direito Trabalhista, Direito Cível, Direito de Família e Direito Previdenciário. Podemos te auxiliar? Entre em contato conosco e agende sua visita em nosso escritório: (11) 2403-3180, (11) 97053-3654 (Whatsapp), e-mail: maria.pessoa.lima@terra.com.br . Ficaremos honrados em atendê-lo!

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply