Orientações Gerais

Aprenda quais são os principais tipos de marcação no futebol

março 2, 2022
tipos de marcação no futebol
Compartilhe este conteúdo

Entender como joga o seu time é uma tarefa que exige uma certa dose de estudo. Dessa forma, entender, por exemplo, quais são os tipos de marcação no futebol é algo que já ajuda bastante a entender os principais movimentos em campo.

Inclusive, isso serve não somente para que você entenda como joga seu time. Além disso, é uma importante ferramenta para que os próprios jogadores tenham um maior conhecimento tático e entendam, de fato, o que pedem seus treinadores. Leia para saber como se destacar nesse fundamento!

Tipos de marcação no futebol

Se pensarmos o esporte de uma forma complexa, chegamos a dezenas de tipos de marcação no futebol. No entanto, a partir da compreensão de quatro modelos principais, você já vai conseguir ter um grande avanço neste fundamento.

Por isso, agora vamos apresentar quais são essas quatro principais formas: a marcação individual, a marcação por encaixes, a marcação por zona e a marcação híbrida ou mista. Veja cada uma delas abaixo!

1.      Marcação por zona

Primeiramente, vamos falar mais especificamente sobre a marcação no futebol por zona, que é uma das mais simples conceitualmente e mais conhecidas. Ainda que ela possa evoluir e se complexificar, seus fundamentos básicos são os dispostos aqui.

Então, para entendê-la, você deve saber que o referencial é o espaço. Ou seja, você, como jogador, terá uma zona do campo em que terá que cobrir, mesmo que em determinados momentos não haja nenhum jogador adversário por lá.

Se você estiver tentando observar em algum time, procure ver nas câmeras mais abertas. Provavelmente, vai ser mais fácil de visualizar em equipes que estão em linhas formadas, sem qualquer ruptura.

Leia mais:  Agente de futebol: como escolher o seu?

Dentre as diversas possibilidades, os sistemas de zona passiva e zona pressionante são bastante vistos nos treinadores Europeus. Neste caso, há uma exigência que o time esteja bem sintonizado, uma vez que a movimentação coletiva é muito importante.

2.      Marcação individual

marcação no futebol

O segundo tipo de marcação no futebol sobre o qual iremos falar é a chamada marcação individual. Este é um modelo bastante conhecido e utilizado no continente sul-americano, inclusive no Brasil.

Aqui, então, o que ocorre é basicamente o oposto do que vimos acima na marcação por zona. Em vez de cobrir uma faixa específica do campo, o atleta deverá cuidar de apenas um jogador, independentemente da zona em que ele estiver.

Isto é, imagine que você é o lateral-esquerdo e foi incumbido de marcar individualmente o ponta-direita adversário. Assim sendo, mesmo se este jogador fizer uma movimentação que fuja da zona esquerda do campo, você deve acompanhá-lo.

Perceba, porém, que se você não for eficiente na recuperação da bola, há um problema grande para o seu time. Note que ficou um espaço bastante evidente, e que pode ser aproveitado pelo adversário.

3.      Marcação por encaixes

Um terceiro tipo de marcação no futebol é a chamada marcação por encaixes. Uma vez que já apresentamos os modelos por zona e individual, vai ficar mais fácil de compreender esta. Ela lembra um pouco os anteriores, embora seja uma espécie de terceira via.

Como assim? Bom, é que na marcação por encaixes, o jogador irá marcar aquele adversário que estiver no seu setor. No entanto, esse estilo de marcação no futebol tem por característica perseguições, em geral curtas.

Ou seja, você, como atleta, irá perseguir este atleta adversário enquanto ele estiver na sua faixa do campo. Alguns treinadores aplicam esse método em determinados momentos, de acordo com a vantagem ou desvantagem numérica, por exemplo.

Leia mais:  Entenda quais são as funções do intermediário no futebol

4.      Marcação híbrida

marcação no futebol

Por fim, há um último modelo de marcação no futebol, que é a marcação híbrida ou marcação mista, como também é conhecida. A marcação híbrida é a que mais combina os estilos zonal e individual.

Para entender melhor, pense em um time que tenha a marcação por zona nos momentos em que o adversário está em determinada faixa do campo (por exemplo, no campo de defesa dele).

Contudo, assim que passa para outra faixa, como as laterais do campo ofensivo (o seu defensivo), as coisas mudam de figura. A partir de aqui, a marcação pode ser individual, com o objetivo de exercer uma pressão mais forte e deixar o adversário sem saídas.

Dessa forma, note que existem muitas formas de executar os tipos de marcação no futebol. Assim como falei no início, essas quatro formas são apenas modelos gerais. Dentro deles, há dezenas de combinações e possibilidades, à cargo do treinador.

Entretanto, este não é o único fundamento que um jogador de futebol deve saber para se destacar. Você sabe, por exemplo, como chutar de forma eficiente? Clique aqui e confira!

Você sabe com quantos anos o menor pode assinar um contrato como jogador de futebol? Você sabe quais os direitos trabalhistas que o jogador de futebol possui? Nós, da Advocacia Maria Pessoa estamos à disposição para te auxiliar! Somos um escritório de Advocacia com assessoria jurídica desportiva especializada que conta com profissionais capacitados para as mais diversas demandas. Atuamos na área do Direito Desportivo, Direito Trabalhista, Direito Cível, Direito de Família e Direito Previdenciário. Podemos te auxiliar? Entre em contato conosco e agende sua visita em nosso escritório: (11) 2403-3180, (11) 97053-3654 (Whatsapp), e-mail: maria.pessoa.lima@terra.com.br . Ficaremos honrados em atendê-lo!

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply